Ronnie dreams

   Estava tudo escuro, eu caminhava pela garoa, pensando em um jeito de o ver, eu precisava o ver, nem que pela ultima vez, a garoa estava ficando forte, logo seria uma tempestade, eu continuava andando, até que caí, fiquei imóvel, sem reação, parado sentindo a chuva e o vento frio, então eu me lembrei da noite em que falei com ele pela ultima vez, eu não sentia dor no momento, eu estava feliz, ele estava presente, ali, na minha frente, a alguns metros de mim, eu queria toca-lo, me levantei e caminhei lentamente em sua direção, nada iria me impedir de chegar até lá, então ouvi um barulho e olhei pra esquerda, vi uma luz forte se aproximando, levantei uma de minhas mãos sobre os olhos, eu não conseguia ver nada, então essa luz me cegou e ele havia desaparecido e eu caí novamente, já não sentia a chuva e nem o vento, nem nada e eu não conseguia me levantar mais, seria o meu fim? Abri os braços no asfalto e fiquei ali, esperando que ele aparecesse pra me tirar dali, ele não veio, a dor voltou me preencher.

O importante não são quantas pessoas telefonam pra você, nem com quem você saiu ou está saindo.Também não importa se você nunca namorou. O importante não é quem você beijou. O importante não são seus sapatos, nem seus cabelos, nem a cor da sua pele, nem onde você mora, que esporte você pratica ou o colégio que freqüenta. Na verdade, o importante não são suas notas, seu dinheiro, suas roupas ou se passou na faculdade. Na vida, o importante não é ser aceito ou não pelos outros. O importante na vida é quem você ama e quem você fere. É como você se sente em relação a você mesma. É confiança, felicidade e compaixão. É ficar do lado dos amigos e substituir o ódio por amor. O importante na vida é evitar a inveja, não querer o mal dos outros, superar a ignorância e construir a confiança. É o que você diz e o significado de suas palavras. É gostar das pessoas pelo que elas são e não pelo que têm. Isso é importante.

 As vezes acreditar que as coisas possam mudar é o que me faz continuar trilhando . Crescer é uma tarefa difícil , anos atrás minha vida se resumia a risadas inocentes e choros desentendidos … se resumia a um fake onde eu encontrava um refúgio para esconder-se da dura realidade que era submetida a enfrentar . Hoje , já não encontro refúgio que possa ser confortável , crescer já não é uma tarefa mas é uma obrigação , uma obrigação que torna ainda mais dura e incompreensível a realidade pela qual sinto-me submetida . Encarar as coisas de frente nunca foi problema , o problema foi querer fugir , quero virar as coisas , fingir que nada aconteceu e manter a cabeça erguida . Não faz parte do meu caracter , não faz parte de mim ,parece que com o tempo perdi a coragem para meus gesto mais verdadeiros que representavam uma pessoas que não aceita as regras de uma sociedade tão injusta . A onde foi parar aquela pessoa desafiadora que tinha como “único medo” perder-se de si ? Hoje , vejo uma realidade subentendida por meus olhos , o sistema aos poucos consegue desviar todos os nobres humanos mas enquanto houver uma mentalidade insana fazendo parte de mim não deixarei que minha alma seja corrompida , lutarei - se possível - com a minha vida para que eu possa ser o que sou , até o último segundo da minha vida. ( Vický barreto )